Vou ser eu?

Vou ser o eu até onde posso.

Vou ser eu no máximo que posso.

Mas cadê eu?

Tô com saudade de mim!

Não sei onde me encontrar!

Não sei onde me perdi.

Quem será que vai me achar?

Quem vai me trazer de volta aqui?

Infelizmente eu comigo mesma vivo brigando …

o que posso e o que não posso.

Então reprimo o que eu posso

 

descrimino o que não posso

isso me rebela mais

o torna não posso mais sagaz

e o que posso mais fugaz.

O jeito é continuar da felicidade correndo atrás.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s