Angústia em palavras

… e minha angústia saiu em palavras:
Por um breve momento queria estar em um cantinho só para mim
Sem ninguém para ver meus olhos marejados, inchados e tristes
Um momento apenas com meus pensamentos, e meu mundo imaginário
Para pensar na realidade e fugir para fantasia, para vontades
Sem cobranças, sem chamadas, só eu, simplesmente comigo mesma
Talvez eu aceite o vento, as folhas, esse tipo de silencio
Um silêncio que vem de fora para dentro
Queria acalmar tantos pensamentos, eliminar todo o lamento
Porque a vida a gente complica, mas ninguém explica, nem eu tento
Meu frio interior orando sem palavras, por uma vida simples, recatada
Sentimentos turbulentos, sobem, descem, choram, riem, mas não esquecem
Quero silêncio, quero chuva lá fora para não chover de dentro
– Vento, leva embora essa dor dos meus sentimentos, me traga força para os tormentos!
Eu suplico, comigo mesma implico, sem querer, triste eu fico
Tenho que encarar a realidade, sofrer sem querer, esforçar o viver
Viver para amar, amar traz o sofrer, mas também traz o amadurecer
vivo nessa vida cheias de porquês, cheia de querer e sem querer
Infelizmente não é tudo que se pode precaver, nem prever
Então a vida passa e se eu pudesse teria deixado a história perfeita, só para você viver
Só que vida, cada um tem de viver a sua, pelas suas escolhas
Eu escolhi, errei, acertei, sofri, alegrei, senti, mas foi a minha vida
Não posso seguir por você, nem ficar para te proteger, nem evitar o que pode te entristecer
Entro nesse beco e me encontro com você, sabendo que só temos uma saída
Simplesmente ser eu mesma, e você ser você para enfrentar a enxurrada de consequências
Minha querida, não deixe que te domine o que não te alegrará
A vida passa, sim, mas as marcas ficam, as feridas doem, agora mais em mim do que em você.
Poderia dizer: 
– Te avisei…
– Já sofri, não sofra.
– Já vivi …
Mas aí teria que pedir para você não escolher, porque viver é ter que escolher
Isso não é meu direito e nem meu dever
Fiz o que eu podia fazer, disse o que os limites impostos me permitiram dizer
Estou aqui no beco com você, esperando o momento certo
Seguiremos para a única saída, sofreremos pelas suas escolhas
Sofri pelas minhas, não queria sofrer novamente
Mas, aconteceu, no momento em que você escolheu e agiu, você me levou ao sofrimento
Juntas enfrentaremos o tormento dos caminhos escolhidos
Qual a minha escolha agora ? 
Estou ao seu lado, sim, mas não gostaria que fosse para enfrentar meus monstros do passado,
Presentes agora na sua vida, que era linda e inocente, mas que foi vencida pela carência.
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s