Sintetizando Relacionamentos – Casamento

Demorei, porque casei rsrs e a vida muda muito!

A cerimônia em si foi simples e objetiva. (09/01/2015)
Casamos no cartório numa sexta pela manhã, depois fomos almoçar em família num ótimo restaurante. (Apenas pais e irmãs)
Tiramos algumas fotos e pronto, #partiuLuaDeMel.
Ganhamos a noite de núpcias da família do meu marido em um hotel.
No Domingo viajamos para uma pequena cidade na serra da Mantiqueira, antes de ir pra pousada, almoçamos com meus cunhados.
Foi tudo muito tranquilo e muito melhor do que eu imaginava.

Abrir mão de uma grande festa e de uma viagem mais longa e elaborada, que não poderíamos fazer no momento, nos poupou de muito estresse e gastos desnecessários.
Fizemos o que realmente importa, curtir os primeiros momentos a dois e compartilhar alguns desses momentos com quem a gente ama.

Alguns meses depois do casamento ganhamos uma viagem dos meus cunhados e fomos juntos para Cancun, foi recompensador e muito divertido … não seria a mesma coisa ter feito uma viagem dessas sem eles.

Tenho colocado em prática conselhos que li e ouvi ao longo dos anos sobre casamento.
Acho que o principal deles poderia ser colocado assim: “não fazer tempestade em copo d’água”.
Elevar a voz, chamar atenção ou discutir, por uma coisinha fora do lugar, um mal entendido … etc, não leva a lugar nenhum, não vai melhorar as coisas.
Pelo contrário, “criar caso” por tudo, causará estresse desnecessário que com o tempo poderia desgastar o relacionamento. Lembrando que falo por mim, por ações e atitudes que eu tento colocar em prática e com certeza tem sido benéfico para o relacionamento.

Outra coisa importante é empatia, pensar no outro, colocar-se no lugar da pessoa. Isso vai ajudar a manter a paz do casal.
Gentilezas são sempre bem-vindas, por palavras e ações.
Não é porque você está todo o tempo com a pessoa e é íntima dela que não vai dizer “por favor, obrigado, desculpe” , etc.
Se você pode fazer um agrado ou poupar seu companheiro(a) de situações que não o(a) agradam, porque não fazer, porque não ceder. e o contrário também, se você sabe que ele(a) gosta ou quer algo, por que não ceder?
Isso é amor, é carinho. Nesse pouco tempo de casada tenho sentido isso.

Muitas pessoas criam elevadas expectativas quanto ao relacionamento, outras criam preconceitos.
Nenhum dos dois casos é bom. O importante é ter um ponto de vista equilibrado.
Saber lidar com os problemas e desafios juntos, focar nas qualidades e nas coisas boas.
Resolver os problemas é muito importante e após resolvido, pedra em cima e a vida continua.

Compartilhar a vida com quem a gente ama é muito bom e depende de cada um tornar isso ainda mais agradável, mesmo diante das dificuldades.

Cheguei a uma conclusão sobre porque agora que estou casada escrevo menos …

“O amor realizado é vivido e não sofrido.”

A maior parte das minhas poesias e textos eram sobre momentos difíceis, distância, tristezas, etc … agora o amor está aqui e o que sinto necessidade de dizer posso falar pessoalmente, ás vezes escrevo, mas é íntimo, é nosso, nem sempre quero expor isso. Estamos outra fase, são sentimentos amadurecendo e a gente cuidando deles.

Posso dizer agora que um volume do livro da minha vida termina aqui.

Para ver os outros posts dessa série, acesse:
CONQUISTA
NAMORO
NOIVADO

Anúncios

3 pensamentos sobre “Sintetizando Relacionamentos – Casamento

  1. Pingback: Sintetizando Relacionamentos | ♥ Marcas no Coração ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s