A espera …

Penso todos os dias no meu sonho se tornando realidade
O sonho que mais marcou nos últimos tempos
Penso em como vai ser poder falar alem de olhar
Poder abraçar alem de esbarrar
Poder gargalhar alem de sorrir

São palavras, abraços e gargalhadas que estão engasgados em mim
Estão presos e confinados me explodindo por dentro
Sinto um desejo de ter as pessoas de volta a minha vida
De forma presente e atuante
Assim como quero estar na delas
Contracenar de novo e não ser apenas figurante
Ao invés de simplesmente passar ou aparecer
Vou atuar com todo o meu ser
Vou viver, como se eu voltasse a respirar
Estou voltando de uma viagem
Uma viagem interior que me ensinou muito
Me ensinou muito de mim
Muito de todos

Só observar as pessoas sem poder expressar
Uma experiência sem igual
Você precisa sentir sem falar
Perceber sem ouvir
E amar sem saber

A distância próxima é a que mais dói
Mas a que mais aproxima
Ensina, amadurece

Estarei de volta em breve …
Obrigada por esperar
Meu pedido: pode me abraçar?

Alguém …

Existem momentos em que precisamos de uma pessoa
Alguém que não vai ficar tentando resolver o problema pra você
ou te julgando pelo q vc fez ou deixou de fazer
mas sim que vai te ouvir e fazer carinho
com palavras simples ou com gestos singelos
Alguém que você possa contar sempre q precisar
mesmo se nao quiser falar nada
Alguem que possa ficar do seu lado, em silêncio
ouvindo os corações baterem juntos no mesmo sentimento
Alguém que fique com você o tempo que for
para quando chegar a hora de dizer algo ou ouvir algo esteja ali
para dar apoio e ser companhia
para ter carinho quando quiser, mesmo sem pedir
as vezes pela distancia possa te dar um afago com palavras
massagear o coração, e fazer tudo que precisar
pra te ver sempre do jeito encanta
com sorriso inigualável e com jeito meigo de sempre
Escrita com inspiração nas palavras de Abel Taira